Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
Morte de um caixeiro-viajante

Morte de um caixeiro-viajante

Teatro & Arte | Teatro

T. M. Joaquim Benite

Sala Principal
Classificação Etária
Maiores de 12 anos
Bilhete Pago
Todas as Idades
2018
abr
13
a
2018
mai
06
Realizado

Duração

170 minutos

Intervalo

Com Intervalo.

Promotor

Teatro Municipal Joaquim Benite

Breve Introdução

O drama social e familiar por que passa Willy Loman não é culpa da sua bizarria, excentricidade ou incompetência. É fruto daquilo a que se chama efeitos colaterais. Ao perder o emprego embora cheio de vontade de trabalhar Willy dá conta de um outro mundo que passa por si e não se detém à sua espera. Willy (o homem) vê-se dispensado desse mundo que o transforma num outro Willy (o número). Mas qual a culpa de Willy? A sua falta de competitividade? A sua desadequação face ao presente? Nesta peça, que decorre diz o Autor na América do final dos anos 40 do século passado, ficamos com a amarga sensação de nos termos cruzado ainda ontem com personagens semelhantes. Ficamos, também, com a sensação, ainda mais amarga, de que esse não terá sido o nosso derradeiro encontro com as histórias que elas encerram. As coisas mudam, diz David Mamet na adaptação para cinema que fez deste texto, em 1988. Como nos apeteceria, muitas vezes, que muitas das mudanças se ficassem somente pelo cinema ou pelo teatro. Mas aí estaríamos a negar a função destas formas de arte e a capacidade que têm de nos devolver o real para que o possamos questionar. É por isso que continuamos a ir ao cinema e ao teatro. É por isso que aceitamos esta espécie de indistinção entre ficção e realidade. E é também por isso que admitimos que Willy Loman possa, eventualmente, estar sentado ao nosso lado. Carlos Pimenta

Ficha Artística

texto de Arthur Miller
encenação de Carlos Pimenta

nterpretação Beatriz Godinho, Diogo Branco, Diogo Freitas, Ivo Alexandre, João Farraia, João Tempera, Lígia Roque, Luís Vieira Gaspar, Pedro Walter, Sofia Marques e Tiago Sarmento
Tradução Ana Raquel Fernandes e Rui Pina Coelho
Cenografia João Pedro Fonseca
Figurinos José António Tenente
Desenho de luz Rui Monteiro

Informações Adicionais

CONVERSAS COM O PÚBLICO: 14, 21 E 28 DE ABRIL E 05 DE MAIO ÀS 18H

Transportes Públicos

Metro Sul do Tejo
TST

Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda:

Concerto de Natal

Música & Festivais | Concerto

T. M. Joaquim Benite

Sala Principal

Gisela João

Música & Festivais | Concerto

T. M. Joaquim Benite

Sala Principal